Inés Terra.jpg

ESCULPIR A VOZ - UM LEQUE INFINITO DE SONS

 

Inés Terra é vocalista, improvisadora, produtora. Atua nas áreas de música, arte sonora e performance, através da exploração vocal como cruzamento nos processos de criação. Idealizou a série de performance vocal Língua Fora e lançou álbuns como Ruminar com Iago Mati e Teia com Julia Teles.

CHI_LOGO_0113.jpg

Oficina fechada para jovens em formação.

Essa oficina é um convite para conhecer as vozes através da improvisação. A partir de jogos que estimulam a exploração de sons respiratórios, articulatórios e vibratórios, reconhecemos os gestos corporais e a performatividade dos cantos e ruídos que emergem nos corpos em relação. A proposta valoriza a experiência de escuta de cada participante e procura a expansão da imaginação por meio das infinitas possibilidades da expressão vocal.

INÉS TERRA

  • www icon 03
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Bandcamp Ícone
Barulho Max.jpg

VOZ E LUTERIA EXPERIMENTAL

Barulho Max é músico educador, com 12 anos de experiência em diversos contextos de colaboração artística. Investigador sonoro, cantor, multi-instrumentista e lutier. Trabalha com criação de Instalações sonoras, experiências de improvisações catárticas e oficinas de música pelo mundo.

CHI_LOGO_0113.jpg

Oficina fechada para jovens em formação.

Nesse encontro iremos construir juntos alguns instrumentos e demonstrar alguns processos de construção de instrumentos. A idéia é apresentar um conjunto de possibilidades simples e acessíveis para construir e algumas ideias criativas com materiais não convencionais para ampliar as possibilidades de criação sonora.

BARULHO MAX

Jovem Palerosi - foto Haxatag.jpg

PROCESSOS CRIATIVOS COM LOOPS E SAMPLES

Jovem Palerosi possui três álbuns solo lançados, é integrante do MENEIO, participa da Roda de Sample, realiza trilhas sonoras e inúmeras colaborações. Seu trabalho explora texturas eletrônicas e orgânicas, loops e processamentos em tempo real, fundindo diferentes gêneros musicais.

CHI_LOGO_0113.jpg

Oficina fechada para jovens em formação.

A oficina aborda a criação musical com recursos eletrônicos através de demonstrações práticas de gravações e processamentos em tempo real com os recursos de loops e samples, utilizando instrumentos analógicos e digitais. O conteúdo passa por diversos aspectos da percepção sonora, experimenta timbres, efeitos e compartilha processos criativos utilizados em trabalhos autorais, trilhas sonoras e projetos multimídia.

Mimi.jpg

SUAS QUALIDADES

Michelle Farias é formada em Dança na Universidade Anhembi Morumbi. Intérprete criadora da Plataforma Boia desde 2020, da Cia Silenciosas de Dança desde 2009, da Cia de artes do Baque bolado, de 2005 a 2010. Ministra aulas de dança para crianças desde 2015.

CHI_LOGO_0113.jpg

Oficina fechada para jovens em formação.

Trabalhar diferentes qualidades de movimento A partir de jogos de experimentação onde o nosso corpo pode virar aquilo que quisermos.Vamos brincar e descobrir novas possibilidades de mover o nosso corpo. Viraremos gelatina que derrete e endurece dependendo do lugar que está, seremos panquecas que rolam e desenrolam pelo chão, vamos imitar o movimento do outro como se fôssemos um espelho; para descobrir novas maneiras de nos mover, o corpo do outro nos estimula a sair da nossa zona de conforto. Criaremos movimentos com uma boneca de pano e um boneco de madeira para todos imitarem, intensificando assim a pesquisa de movimento. Cada um pode dançar a sua maneira, ora sendo bonecos de pano ora sendo bonecos de madeira. Todos terão a possibilidade de apresentar a sua dança enquanto os outros apreciam.

JOVEM PALEROSI

MICHELLE FARIAS